Livro: O Arquiteto do Esquecimento

Que parte da sua vida você gostaria de apagar?

Sinopse: Agosto de 1991. Aos 66 anos de idade, Doran Visich se vê diante do maior dilema da sua vida. O homem que escapou milagrosamente dos campos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial e que sobreviveu a uma perseguição implacável durante a Guerra Fria, parece sucumbir diante da constatação irrefutável de que desta vez não poderá vencer. Será? O Arquiteto do Esquecimento revela os 113 anos de uma vida carregada de reviravoltas fantásticas. Único cientista capaz de decifrar o código químico para a criação de uma nova droga que irá revolucionar o mundo científico – uma droga capaz de apagar a memória humana - O Arquiteto do Esquecimento - uma história de ódio e perdão; de perseverança e regate; de esperança e salvação.
AUTOR
Ando ultimamente sem inspiração e não queria escrever de qualquer forma sobre um livro que me marcou tanto. E mesmo se o texto fosse perfeito, não conseguiria fazer justiça aos meus sentimentos ao ler e ao terminar o livro. E não só em relaçao a isso e sim a tudo que ele nos mostra.

Conhecemos Doran Visich. Seu passado, presente e futuro. E todos responsáveis de forma direta ou indiretamente pelo o que ele acaba fazendo. As consequências também são mostradas, mas sempre fazendo a ligação de todas as pontas. E não é pouca coisa.

A introdução já me deixou muito ansiosa e curiosa. Vemos ocorrer duas passagens de tempo. Quando estava na infância, fiquei preocupada com todas as explicações e detalhes dados. Não sou muito fã de ler muitas descrições dos lugares, corpo, roupas etc, mas aqui acabo tendo outra visão, e sem dúvida o livro não seria o mesmo sem existir e narrar os acontecimentos desta fase. A sensação é que está em um novo livro. O recurso de contar os fatos, e depois adiantar o que irá acontecer, mas seguir com o que aconteceu antes.. poderia ficar confuso..e ser um baita spoiler dentro do próprio livro (!!!), mas não é isso que acontece e apenas te prende ainda mais a leitura. Imagino o quão complicado deve ser escrever dessa forma.

"(...)Mas agora nada mesmo mais impoortava. Nem o passado, nem o cansaço, nem a dor, nem a fome. Muito menos a vida."
E prossegue para o relato da 2ª guerra mundial. O livro é recheado de momentos tensos, mas aqui é sem palavras. Confesso que achei bem pesado. Chorei bastante e causou muitas reflexões. Perdi o fôlego de uma forma ruim.. aquilo com o irmão dele, ser assassinado a sangue-frio pelo nazista e na sua frente. Deu até um certo temor de seguir para as próximas páginas. Esta é apenas uma das situações monstruosas contadas. Eu raramente assisto filmes ou leio coisas da época nazista. Eu adoro história e saber o que aconteceu. Mas os campos de concentração são injustos demais para qualquer um, e alguém tão sensível como eu... bem vamos dizer que eu demoraria muito para recuperar minha mente após ler/ver tanto sobre isso. Mas não deixo de perceber que ainda sim necessito urgentemente ler mais sobre essa época. É tão complicado entender como deixaram aquilo acontecer. Por que Hitler conseguiu dominar tudo?

"(...) mas a guerra já se provou inevitável no decorrer da história. Sempre existirão líderes arrogantes que fabricam guerras sem nem terem a noção do que seja uma guerra. Pessoas morrem pelo ideal que não escolheram e sofrem sem entender que o seu sofrimento não serviu para nada. As medalhas e condecorações que depois enfeitam as parades luxuosas dos gabinetes dos generais não valem uma única vida. Deveriam ter vergonha de exibi-las."
Cada momento e cada acontecimento acabavam por tomar parte de mim.. eu me solidarizava com as situações vividas e ganhava um peso em minha consciência por reclamar demais, e deixar de fazer coisas e tomar atitudes. Apenas durante o meio da história (mentira ainda durante a guerra) é que chegamos ao título do livro. Afinal Arquiteto do Esquecimento, por quê? O bom é que raramente eu crio arrependimentos, mas ainda sim uma droga igual a esta que nos é apresentada seria bem interessante... não tenho partes necessariamente ruins, mas sim pessoas que deixei me sugarem, e acabou também deixando um vazio em mim.. preferia as esquecer para sempre e não acumular tristeza. E falo tudo isso, pois eu chorei demais durante o livro... afinal se era algo ruim, estava lá acontecendo ao Doran.

"Finalmente compreendeu que não havia culpados ou inocentes em todo o seu trajeto de vida. Ouvindo a própria história se deu conta de que simplesmente as coisas aconteceram do jeito que aconteceram. A sua vida percorreu aquela estrada. Nem ele mesmo conseguia explicar o fato de estar vivo. Mas aquilo tinha quer ter uma razão. Tantos morreram ao seu lado sem a chance de um futuro. Ele teve essa chance. Por quê? Por que ele? (...)"
E foram muitos sofrimentos, reviravoltas e riqueza em detalhes. Marcos escreveu uma obra incrível que te deixava quero logo saber o final, e ao mesmo tempo não queria terminar de ler. Fiz uma conexão com Doran, personagem muito marcante e cativante. Quero saber mais dele, e detestei que tivesse passado por tanto horror. Para a eterna romântica aqui... esperar um final feliz era o mínimo. Você não quer acreditar que Doran não tenha direito de algum momento de felicidade. Não vou contar o que acontece, e se ele consegue ou não. Pois eu realmente acredito que todos deveriam ler este livro. 1º por ser de um autor nacional e 2º por ser brilhante. E não estou exagerando. E independente de qualquer coisa jamais desejaria essa vida para alguém, nem para um inimigo.

"(...) nem ninguém pode saber o que a vida nos reserva na próxima estação, no próximo mês, nem no próximo minuto. Se soubesse (...)"
Arte do livro / Capa e interior ★★★★
Tempo de leitura / Narrativa ★★★★
Objetivo / Impacto ★★★★

Dani Fuller é administradora do blog e está sempre buscando algum diferencial para seus leitores. Sempre que possível ela posta resenhas de livros, dá dicas de séries, inventa promoções etc. Possui 28 anos, carioca, viciada em seriados, livros, filmes e compras. Adora voley e internet. Acompanhe seu blog pessoal e siga seu twitter @DaniFuller2. Leia também todos os seus posts já publicados.

19 Curiosos:

muito boa a sua resnha, vim aki soh para naum deixar vc triste por ngm comentar!!

Uau...

Acho que você conseguiu expressar sim o que o livro é... quanto detalhe na sua resenha... pra te confessar essa foi a primeira resenha que li do livro... estou louco para tê-lo, mas nem me preocupei em saber do que se tratava, queria-o por causa da capa que achei linda...

Mas lendo sua resenha e percebendo qual magnifica é a obra de uma utor nacional fiquei com mais água na boca ainda.

Super interessante esse lance da guerra e tenho que dizer que quero ler essa parte da morte do irmão na frente dele, deve ser sinistra...

Ain... assim que descolar uma graninha vou comprar meu exemplar que quero ter ele o mais rápido possivel...

Parabéns pela resenha, ficou ótima, e suas 2 semanas não foram em vão...

HUGS =D!!!

Nossa, parece ser bem profundo esse livro.
E percebe-se que você gostou bastante dele.
Ao ver o trailer, não sei se foi coincidência, mas achei a maneira como você colocou os spoilers igual ao trailer, com palavras "sumindo".
No geral eu não curto muito drama nem na tela do cinema, ainda mais em livro, mas pra quem gosta, com certeza é um prato cheio.
Parabéns pelo review! ;]

Estou lendo o livro! Passei da metade! :D
Estou adorando!! Só sou um pouco lerda pra ler!!!
Estou adorando mesmo e recomendo (mesmo eu não ter terminado de ler)!!

Adorei a sua resenha! Estou super curiosa como a história vai ser finalizada e tudo mais!!

beijos :**

Dani, as vezes a gente vê a sinopse e capa de um livro e nem imagina como ele é legal, até alguém vir e falar bem dele. Eu já tinha visto alguns comentários sobre esse livro, mas não imaginava que era tão legal!! Parabéns pela resenha!!

Adorei a resenha Dani. Você me deixou bastante curioso para conhecer a história de Doran.
O fato do autor ser nacional aumenta minha expectativa, pois ultimamente estou me surpreendendo com as narrativas dos novos autores.
Este livro entrará na minha lista.

Gostei das sua palavras, da riqueza de informações. E tô louca para ler o livro! E olhe que eu o já tenho! Só tô com ima quantidade enorme de livros para ler!
Mas achei deveras interessante! A vontade só aumentou.

Adorei a resenha xará! rs

Beijos^^
Daniii
Garotas e Livros

Acho que você conseguiu fazer justiça ao livro sim Dani. Eu não sou muito fã de drama e também não gosto de coisas da época nazista, mas sua paixão pelo livro me convenceu a colocá-lo na listinha.

Pela sinopse não dou nada no livro, mas é muito preconceito e pode-se ver isso por sua resenha. Eu estou precisando muito ler livros diferentes do que ando lendo. Já vou colocar esse na minha estante. Como sempre dando ótimas dicas de livros. *o*

Beijos, Dani.

Esse livro parece ser tããão bom, as resenhas sempre sã tããão boas. Eu quero taaaanto ler este livro! Hehe! ;)
Beijinhos

Amanda {primeiro-livro.com}

Eu já tinha visto esse livro e não tinha chamado minha atenção. Mais essa semana eu li resenha e hj lendo a sua eu me interessei bastante e vou colocar na lista de desejo.Gostei da sus resenha, vc escreveu muito bem :)
Beijinhos

Nossa sua resenha me fez pensar duas vezes antes de negar a esse livro.
Beijos,K.
Girl Spoiled

Que resenha profunda e fascinante, ercebe-se o quanto o livro te marcou e com isso só posso imaginar que seja muito bom. Nem em Feios/Perfeitos vi tanta riqueza de detalhes e tanta emoção... rs.
Apesar de já ter visto o livro 'passeando' na blogosfera ainda não tinha lido nada sobre ele, inclusive foi uma surpresa, imagina um tema bem diferente pela capa.
Fiquei muito curiosa e ansiosa para ler, arece um livro incrível que vem comprovar mais uma vez que temos grandes talentos literários nacionais.
Bjs!

Esse livro parece ser interessantissimo! Adorei a resenha, Dani, fiquei super curiosa para ler o livro!

Poxa, eu queria poder sortear mais de um livro para todos que, como você, estavam sempre nos meus @mentions divulgando o sorteio :~ Uma pena ter apenas um exemplar. Mas espero que surjam mais promoções e você tenha a oportunidade de ganhar :D

Beijos xx

Olá Dani!

Recebi esse livro no sábado e adivinha? Tô roendo as unhas pra ler. Depois da resenha, fiquei com mais vontade, porque pelo que você escreveu, é um livro bem intenso e com muitos sentimentos. Ele está na lista de leituras que quero logo.

Parabéns pela resenha!


Beijo!
@nine_stecanella
http://janinestecanella.blogspot.com/

afff fiquei com vontade demais de ler esse livro e como é q vou conseguir ele ca na venezuela ein???
adorei a resenha

Tenhho me identificado muito com as resenhas desse livro.
Ando com um problema intenso de esquecimento, não porque quero...
Tem tanta coisa que gostaria de esquece, affffeeeeeeee!! e essas ainda estão por aqui na memória...
cheirinhos
Ruddy

Oi!

Nossa, que resenha espetacular! Imagina então se estivesse inspirada!
Dá para perceber o quanto o livro marcou você, foi muito emocionante.
Esse é outro livro que estou doida para ler, mas sua resenha apertou o gatilho do "já".

Bjos!

Obrigada por visitar o blog DaniFuller.com e seria ótimo que pudesse também deixar um comentário. O que acha?
Evite:
* Comentários anônimos
* Comentários ofensivos
* Comentários com propagandas de blogs e afins.

Não insista, pois todos serão excluídos. Existe uma opção de contato e parceria especialmente para isso.
Todos os questionamentos serão respondidos diretamente ai na parte de comentários, quem quiser pode deixar seu twitter acrescido do @ que envio o resumo da resposta direto por lá.