Filme: Uma Carta de Amor

Sinopse: Após um divórcio doloroso, Theresa Osborne (Robin Wright Penn) preenche sua vida cuidando de seu filho Jason e trabalhando como pesquisadora do jornal Chicago Tribune. Certo dia, passeando pela praia, Theresa encontra uma garrafa contendo uma carta comovente e apaixonada, assinada apenas por "G". A poesia e o sofrimento da carta atinge Theresa e a faz dar início a uma busca pelo autor, levando-a até a Carolina do Norte. Lá ele conhece Garret Blake (Kevin Constner), um construtor de barcos que desde a morte de sua mulher, carrega consigo a tristeza de uma vida solitária, exceto pelo relacionamento com seu pai, Dodge (Paul Newman), que tenta fazer com que seu filho pare de sofrer, e encontra em Theresa uma nova chance do filho encontrar a felicidade. Prepare-se para se emocionar. Um filme de amor que vai mexer com seu coração.
131 min || Filmow || Compre
E resolvi seguir o que a maioria das pessoas fazem. Quer dizer por acaso eu li o livro.. e por acaso fiquei curiosa em assistir ao filme.. já que eu nunca havia assistido. E sem dúvida eu deveria ter assistido ao filme antes.. Eu gostaria muito de entender a lógica que a maioria segue.. mas ela não existe. O livro é completo.. tem todos os elementos que o autor imaginou.. teoricamente não falta nada... e você lê.. imagina.. e cria a sua maneira também. O filme está pronto para você.. mas normalmente é como se fosse um resumo.. e muito resumido.. que nunca chega aos pés do que verá no livro. Ou se for bom.. o livro irá complementar tudo que deixou a desejar ou tudo que você gostaria de saber mais. Dessa vez tive a maior comprovação que NUNCA deve assistir ao filme depois.
Escrevi a resenha do livro recentemente.. e nem curti tanto o livro.. claro que eu não esperava nenhum milagre no filme.. mas pelo menos assistindo ao casal eu esperava torcer mais pelo amor deles. E isso também não aconteceu.. as partes mais interessantes do livro foram totalmente modificadas ou omitidas aqui no filme... e lendo o livro antes você sabe praticamente 99% do que vai acontecer.. ou seja já é o maior spoiler ever.... e nada já te surpreende. O que fazer nesse caso? Talvez me amaldiçoar, né? Por cometer um deslize desse.. ihihihh.
No filme temos o romance ainda mais forçado.. o Garret em vez de sofredor parecia mais um garanhão (culpa do Kevin Costner?).. mas é sério... em nenhum momento (até o final) não mostrou ele lutando internamente pelos sentimentos.. a ligação dele com o pai tão foi cortada.. no livro o pai também havia perdido a mulher e isso para mim era algo essencial. Inventaram para o pai ser um ex alcoólatra (apesar de um pouco da personalidade dele estar ai.. talvez culpa do ator que é bom rs).. também colocaram a família da Catherine (com mãe, pai, irmão aff) e uma 'briga' entre eles e o Garret... totalmente desnecessário e você acaba não sentindo nem razão e nem emoção.
A questão do barco também cortaram.. só fizeram ele 'construir' um no final... a parte histórica e da reconstrução eu também achava essencial.. mas acho que preferiram tirar isso na hora do roteiro.. o que deixou tudo ainda mais sem nexo... afinal que graça teve aquela viagem que ele precisou fazer no final. Né? A amiga da Teresa.. que era diretora lá de onde ela trabalhava.. simplesmente não existe no filme.. CARACA.. se não fosse ela nada teria acontecido... poxa que sacanagem. A ligação do filho dela com Garret... também não teve sentido no filme. E como já disse anterioramente nem a conexão dos 2 Garret e Teresa foi suficiente.. ele dizer eu te amo para ela primeiro.. era um fato importante no livro e nem passou no filme... e assim.. quando ele resolve escrever aquela carta no final... sobre sua decisão.. o que poderia até ser muito romântico.. fica apenas ok. Eles també mudaram isso e na minha resenha do livro eu destaquei que foi uma das coisas que mais achei interessante e que me fizeram chorar.. no filme também não teve. Ódio. 
E sinto muito acabar apontando tantos fatores negativos e fazendo a comparação como o livro.. mas sinceramente.. quando lemos algo e assistimos depois.. é impossível não comparar.. e isso que estraga a sensação de assistir algo. E é por isso que tentarei nunca mais fazer isso... ou na maioria das vezes. Ou então apenas decidir por um ou outro ihihihih. Claro que existe os casos que são filmes mais 'bombásticos' que exigem algo maior na tela e eles fogem do que você leu.. tipo a saga Crepúsculo (mesmo os filmes não serem 100% é aceitável), ou até mesmo a série The Vampire Diaries. E eu pensei em um outro.. mas me deu um branco agora.. então deixa para lá.

O filme é longoooo mas até que não é cansativo de assistir.. mas depois do que você leu ele parece uma 'fraude'.. então deixa a desejar. Fisicamente os atores foram perfeitos para o papel (mesmo a Teresa no filme sendo loira), e o final com a garrafa achado pelo pai dele também. E sim eu me emocionei.. não tanto quanto um filme desse pediria (afinal eu já sabia como ia terminar mesmo..), mas foi mais pela questão AMOR.. o amor que você perde e nunca acha.. ou perde acaba achando novamente.. aquele que você sempre busca.. aquele que poucos no mundo sentem.. e sim sou uma eterna romântica e solitária.. e não tem como eu me sensibilizar com algo assim. E achei a cópia das cartas (do filme) que o Garret e a Catherine escreveram no blog http://ohtati.wordpress.com. São bem bonitas.. para quem quiser ler.




Dani Fuller é administradora do blog e está sempre buscando algum diferencial para seus leitores. Sempre que possível ela posta resenhas de livros, dá dicas de séries, inventa promoções etc. Possui 28 anos, carioca, viciada em seriados, livros, filmes e compras. Adora voley e internet. Acompanhe seu blog pessoal e siga seu twitter @DaniFuller2. Leia também todos os seus posts já publicados.

14 Curiosos:

Como já tinha dito antes, acho que só assistiria o filme e não leria o livro (não sou fã dos livros do Nicholas Sparks).Bom Dani, sua resenha não me animou muito mas tudo bem kkkkkkk
Eu gostei do trailer, parece ser um filme para você relaxar. Sem falar que o Kevin Costner é um coroa bem enxuto kkkkkk
Toca Torn no trailer

Ai que medooo :S
Eu adoro esse filme. Agora to com medo de ler o livro e passar a odiar o filme (coisa que sempre acontece).

Adorei vc ter postado a resenha do livro e logo após a do filme.

Bjs

Bem, eu gosto muito dos livros/filmes do Nicholas, com exceção desse agora que não me animou, nem um nem outro :(
Mas se fosse pra escolher acho que preferiria ler o livro!

Bjus.

E acho que vi ese filme, agora eu não lembro, mas não li o livro.
Eu realemente gosto de ler o livro antes do filme quando dá.
Só que agora já me preparo pra decepção da adaptação.
Foram poucas que deram certo.

Bye

aaaaaaaaaain que lindo! quero assistir!
Beijinhos,
@CamilaCandomil

Saudades...
Do filme, do livro, de uma amor. Momento depre.
Semana de aniversário dá nisso.

Acho que vou tirar a tarde para rever o filme, comer pipoca e chorar bastante.
Bjs!!

Oi!

Nossa, detesto esse filme, não sei, acho que é por causa do Kevin Costner, sei que não me agrada mesmo. E acho longo e chato. Mas já li o livro e achei bem emocionante. Mas não é meu preferido, não gosto muito de Sparks.

Bjos!

haha dani,eu prefiro ver um filme q ja sei o q vai acontecer, q ler um livro q ja sei o q vai acontecer, acho que eh isso, por isso ler primeiro e depois assistir filme (ou nem assisti-lo)

maior decepção o filme então....aiiii quero ler o livroooo, parace ser melhor que o filme. Eu li as cartas e nossa quem derá eu tivesse recebido uma assim na minha vida já teria valido por toda ela...rsrs...pena que os homens esqueceram o quanto é romantico receber uma carta de amor....ai..ai...adorei o post bem sincero...essas cartas ficaram incríveis, ate a oração de catherine ficou bela...beijokas elis!!

Este comentário foi removido pelo autor.

Não achei esse livro...Que triste...rsrsrs
Vou procurar o filme ...Adoroo os livros do Nicholas Sparks

Ah como eu amo esse filme, como eu amo esse livro, como eu amo Nicholas Sparks e como eu amo as versões cinematografias dos livros dele!!! É muito bom, esse filme foi o 1º se não me engano a ser lançado nos cinemas dos livros dele...Muita história por traz desse filme...

Eu não sei por que eles adoram fazer filmes baseados em livros, mas mudando tudo o que acontece, e às vezes ao ler o livro você pensa que ele daria um ótimo filme. Eu sei que são meios completamente diferentes, com processos muito específicos, mas os roteiristas poderiam ser mais fiéis aos livros, se for para mudar tudo é melhor escrever um roteiro original.

eu gostei do filme, só que eu não leria o livro!!
tds os livros do Nicholas me faz chorar, kk pelo menos tds que eu li, óbvio! pq alguém sempre tem que morrer?
ODEIO quando um livro tem o final triste, sei lá, parece que não valeu a pena ler ele todo então pra no final acontecer aquilo....

Obrigada por visitar o blog DaniFuller.com e seria ótimo que pudesse também deixar um comentário. O que acha?
Evite:
* Comentários anônimos
* Comentários ofensivos
* Comentários com propagandas de blogs e afins.

Não insista, pois todos serão excluídos. Existe uma opção de contato e parceria especialmente para isso.
Todos os questionamentos serão respondidos diretamente ai na parte de comentários, quem quiser pode deixar seu twitter acrescido do @ que envio o resumo da resposta direto por lá.