[Divulga] Lançamentos da Suma de Letras para Outubro

Antes de lançar o best-seller mundial que o consagrou, com mais de 10 milhões de exemplares vendidos, Carlos Ruiz Zafón já tinha escrito diversos outros livros no início de sua carreira. Dentre esses, Marina, que já contém alguns dos traços estilísticos presentes em A Sombra do Vento, é o último antes do grande sucesso literário de Zafón. “De todos os livros que publiquei, Marina é um dos meus favoritos”, afirma Zafón. “É possivelmente o mais indefinível e difícil de categorizar de todos os romances que escrevi, e talvez o mais pessoal de todos eles.

Neste livro, Zafón constrói um suspense envolvente em que Barcelona é a cidade-personagem, por onde o estudante de internato Óscar Drai, de 15 anos, passa todo o seu tempo livre, andando pelas ruas e se encantando com a arquitetura de seus casarões. Lá dentro, o jovem se encanta com o som de uma belíssima voz e por um relógio de bolso quebrado e muito antigo. Mas ele se assusta com uma inesperada presença na sala de estar e foge, assustado, levando o relógio. Dias depois, ao retornar à casa para devolver o objeto roubado, conhece Marina, a jovem de olhos cinzentos que o leva a um cemitério, onde uma mulher coberta por um manto negro visita uma sepultura sem nome, sempre à mesma data, à mesma hora.

Em Marina, o leitor é tragado para dentro de uma investigação cheia de mistérios, conhecendo, a cada capítulo, novas pistas e personagens de uma intrincada história sobre um imigrante de Praga que fez fama e fortuna em Barcelona e teve com sua bela esposa um fim trágico. Ou pelo menos é o que todos imaginam que tenha acontecido, a não ser por Óscar e Marina, que vão correr em busca da verdade – antes de saber que é ela que vai ao encontro deles, como declara um dos complexos personagens do livro.


Este é o primeiro livro da trilogia Os Livros do Princípio e também o romance de estréia de John Stephens, roteirista, diretor e produtor de televisão de Hollywood. Fã dos livros de J. R. R. Tolkien e de J. K. Rowling, Stephens narra em O Atlas Esmeralda a história de três irmãos que descobrem um livro mágico e viajam por uma terra encantada em busca de seus pais.

Segundo Stephens, uma das mensagens que ele espera passar aos leitores é a de que livros podem ser mágicos, “como o livro que Kate, Michael e Emma encontram e os transportam através do tempo, ou como um livro que você lê e o leva para uma aventura a outro mundo”. O Atlas Esmeralda será publicado em mais 35 países.

JOHN STEPHENS é roteirista, diretor e produtor de televisão, autor de episódios de The O.C. e Gilmore Girls e produtor-executivo da série Gossip Girl. Ele vive em Los Angeles com a esposa e seu cão, Bug.
FORMULÁRIO TOP QUERIDOS SETEMBRO

Dani Fuller é administradora do blog e está sempre buscando algum diferencial para seus leitores. Sempre que possível ela posta resenhas de livros, dá dicas de séries, inventa promoções etc. Possui 28 anos, carioca, viciada em seriados, livros, filmes e compras. Adora voley e internet. Acompanhe seu blog pessoal e siga seu twitter @DaniFuller2. Leia também todos os seus posts já publicados.

0 Curiosos:

Obrigada por visitar o blog DaniFuller.com e seria ótimo que pudesse também deixar um comentário. O que acha?
Evite:
* Comentários anônimos
* Comentários ofensivos
* Comentários com propagandas de blogs e afins.

Não insista, pois todos serão excluídos. Existe uma opção de contato e parceria especialmente para isso.
Todos os questionamentos serão respondidos diretamente ai na parte de comentários, quem quiser pode deixar seu twitter acrescido do @ que envio o resumo da resposta direto por lá.