Livro: Marina (Carlos Ruiz Zafón)

Sinopse: "De todos os livros que publiquei desde que comecei neste trabalho de escritor, ali por volta de 1992, Marina é um dos meus favoritos", afirma Zafón. "É possivelmente o mais indefinível e difícil de categorizar de todos os romances que escrevi, e talvez o mais pessoal de todos eles. Neste livro, Zafón constrói um suspense envolvente em que Barcelona é a cidade-personagem, por onde o estudante de internato Óscar Drai, de 15 anos, passa todo o seu tempo livre, andando pelas ruas e se encantando com a arquitetura de seus casarões. É um desses antigos casarões aparentemente abandonados que chama a atenção de Óscar, que logo se aventura a entrar na casa. Lá dentro, o jovem se encanta com o som de uma belíssima voz e por um relógio de bolso quebrado e muito antigo. Mas ele se assusta com uma inesperada presença na sala de estar e foge, assustado, levando o relógio. Dias depois, ao retornar à casa para devolver o objeto roubado, conhece Marina, a jovem de olhos cinzentos que o leva a um cemitério, onde uma mulher coberta por um manto negro visita uma sepultura sem nome, sempre à mesma data, à mesma hora.
"(...) o que começa mal só pode acabar melhor."
Esse é um daqueles livros que nada era o que eu imaginava ser. Não sei de onde eu tirei que teríamos apenas um drama e uma história de amor de fundo, mas vai bem além disso.
"Estamos sós e condenados a amar alguém sem salvação..."
O mais incrível é quem em tão poucas páginas, e sem perceber, você é amarrado e cai no encantamento das palavras vistas nesta incrível história que Zafón nos proporciona. São vários acontecimentos que não fazem você temer o final previsível (infelizmente é previsível). Ele desenvolve a história de maneira tão peculiar e tão bonita. Os diversos relatos que esclarecem mais a trama que Óscar se envolve, até deixaria mais cansativa a narrativa, porém o que faz é tornar tudo mais brilhante e emocionante. 
"A natureza é como uma criança que brinca com as nossas vidas. Quando cansa dos brinquedos quebrados, ela os abandona e substitui por outros. É responsabilidade nossa recolher as peças e reconstruí-las."
Impressiona a mescla de terror/ciência/sobrenatural, veio sem eu esperar por isso, e tudo acaba se encaixando perfeitamente. Apesar de acreditar que se o foco fosse apenas Óscar e Marina daria certo de qualquer forma. As dúvidas que iam gerando do que era real ou não junto ao protagonista também preciso destacar como importantes no livro, assim como as variadas e ricas passagens por toda a história (eu deixei tanta coisa marcada! rs). Marina será um marco em sua vida, e deixa com mais vontade ainda de ler os outros do autor (ainda bem que já tenho 2 aqui!).
"Às vezes, as coisas mais reais só acontecem na imaginação. A gente só se lembra do que nunca aconteceu."
Arte do livro / Capa e interior
Tempo de leitura / Narrativa
Objetivo / Impacto 


FORMULÁRIO TOP QUERIDOS OUTUBRO

Dani Fuller é administradora do blog e está sempre buscando algum diferencial para seus leitores. Sempre que possível ela posta resenhas de livros, dá dicas de séries, inventa promoções etc. Possui 28 anos, carioca, viciada em seriados, livros, filmes e compras. Adora voley e internet. Acompanhe seu blog pessoal e siga seu twitter @DaniFuller2. Leia também todos os seus posts já publicados.

0 Curiosos:

Obrigada por visitar o blog DaniFuller.com e seria ótimo que pudesse também deixar um comentário. O que acha?
Evite:
* Comentários anônimos
* Comentários ofensivos
* Comentários com propagandas de blogs e afins.

Não insista, pois todos serão excluídos. Existe uma opção de contato e parceria especialmente para isso.
Todos os questionamentos serão respondidos diretamente ai na parte de comentários, quem quiser pode deixar seu twitter acrescido do @ que envio o resumo da resposta direto por lá.