Livro: A Little Scandal

Sinopse traduzida: Burke Traherne, Marquês de Wingate, ficou famoso por sua natureza irascível, apesar disso não conseguiu dominar Isabel, sua filha de dezessete anos de idade.A senhorita Pitt, a última de uma sucessão de damas de companhia, resignada, acabava de pedir demissão com lagrimas nos olhos. O marquês teria que encontrar rapidamente uma substituta porque sua filha invariavelmente jogava-se ao pescoço dos homens mais inadequados. Burke não podia mais aguentar isso. Seu primeiro encontro com Kate Mayhew foi um desastre, ela cuidava dos filhos dos vizinhos e parecia ter um caráter diabólico, mas Isabel gostava muito dela e só comportava-se bem, quando estava com Kate. Assim, Burke teve que pagar uma quantia astronômica para contratá-la, sabendo que a paz não tem preço. Lorde Wingate cometeu um grande erro, porque introduzir em sua casa uma mulher tão sedutora como Kate Mayhew, era a garantia certa de ser tentado a ficar em casa. 
Resenhado por @GreicySantos

Eu nunca tinha lido algo com o pseudônimo Patrícia Cabot. Acho que o mais próximo do estilo que li foi Liberte meu coração. Diferente dos outros livros da Meg, esses são voltados para um publico mais “adulto”, contendo algumas cenas hot.

Burke Traherne é, digamos, um “senhor” com um pouco de idade para a época, 36 aninhos, que tem um grande desafio: criar sozinho a filha. Mas sua filha não é mais nenhuma criancinha. Isabel já está na fase em que é apresentada a sociedade para conseguir um pretendente, mas o problema é que Isabel já conseguiu um, mas seu pai não o acha adequado para ela.

É comum moças dessa idade terem damas de companhia, mas Isabel herdou o gênio do pai. O terror das damas de companhia, não consegue ficar com uma mais de um mês para lhe acompanhar em eventos sociais. E é assim que Burke conhece a senhorita Kate Mayhew em um momento meio que “inusitado”. Sobre influencia de Isabel, contrata Kate para ser dama de companhia por um valor irrecusável e é ai que começa o jogo de sedução.

Kate é uma moça com posição um pouco elevada na sociedade, mas devido a certos fatos foi levada a trabalhar e se sustentar. Já Burke foi desiludido por uma traição de sua primeira esposa e acredita que o casamento arruinou sua vida. Ele não consegue resistir aos encantos de Kate, mas tem medo de se envolver, pois já foi enganado pela primeira esposa. Então sempre que chega perto dela tem sentimentos diferentes querendo se aproximar e recuar ao mesmo tempo, pois acredita que todas as mulheres e considerando-as criaturas inconstantes e que nunca levam um compromisso a sério.

O livro é dividido em duas partes. A primeira relata justamente o que foi contado acima e foi a parte que mais gostei. A segunda conta o desenrolar da vida de Kate, o sofrimento de Burke e as confusões de Isabel.

Gostei bastante do livro, apesar de ter achado a segunda parte um pouco chata. Diverti-me bastante e dei muitas risadas de como os dois foram se conquistando, pois eles têm temperamentos totalmente diferentes, mas que se encaixam de uma maneira perfeita. Por incrível que pareça foram as cenas de sedução que eram as mais engraçadas, Kate não dá brecha para ele e se ele avança um passo... pode acabar com um livro, atlas ou o que tiver por perto na cabeça ashuashaushusa.

Outra parte cômica é a fama de Burke. É comum os homens da época terem fama de conquistador, mas, além disso, o protagonista tem fama de atirar as pessoas pela janela e varanda, o que é muito engraçado pois todos têm medo de serem atirados rsrs.

Cabe também mencionar a questão da diferença de idade entre os personagens. Como eu disse Burke não é nenhum rapazinho, já tem certa idade. Já Kate, apesar de certa vivência, ainda tem 23 anos, o que dá uma diferença de 13 anos. Kate não se importa com isso, mas Burke tem pavor de ser chamado de velho.

Apesar de certas partes, eu amei o livro, eu amo romances históricos e esse não me decepcionou. Existem alguns livro lançados no Brasil com o pseudônimo Patrícia Cabot, e desejo muito A rosa do inverno, mas esse ainda não foi lançado. Só espero que quando lançado mudem a capa, não é muito feia, mas poderiam fazer melhor.
♥♥♥♥♥ (favorito) 
Arte do livro / Capa e interior ♥♥♥
Tempo de leitura / Narrativa ♥♥♥♥♥
Objetivo / Impacto ♥♥♥♥♥
FORMULÁRIO TOP QUERIDOS DEZEMBRO


Dani Fuller é administradora do blog e está sempre buscando algum diferencial para seus leitores. Sempre que possível ela posta resenhas de livros, dá dicas de séries, inventa promoções etc. Possui 28 anos, carioca, viciada em seriados, livros, filmes e compras. Adora voley e internet. Acompanhe seu blog pessoal e siga seu twitter @DaniFuller2. Leia também todos os seus posts já publicados.

10 Curiosos:

Não conhecia o livro, mas já estou babando por ele. Adoro os livros da Patrícia e o estilo de escrita da Meg para adultos. Meu favorito até agora é Aprendendo a Seduzir.
Este parece ser ótimo.
Bjkas,

Monique Martins
MoniqueMar
@moniquemar

nunca li nenhum com o pseudonimo Patricia Cabot, mas ja tenho alguns na lista, agora mais um ne rs tbm acho que a capa pode ser melhorada (: acha que é tranquila essa leitura em inglês ?

Também não conhecia o livro, e nunca li nada da Meg por esse pseudônimo, mas estou doida pra ler "Aprendendo a seduzir", parece ser garantia de muitas risadas.
E eu acho que esse é uma das características dos livros da "Patricia", além das cenas hot, geralmente são livros que fazem a gente dar bastante risada. Espero que lancem esse livro logo, já gostei de cara da Isabel, da Kate e do Burke... aliás, que fama é essa de jogar as pessoas pela janela? Essa família parece ser doida! AHSUAHSUH
Bjs,
Isa ~ portal dos livros

Apesar de gostar dos livros da Meg e já ter lido alguns com o nome Patrícia, que também gostei, mas não foram tão bons quanto os publicados pela Galera ^-^
Acho muito estranho quando o casal tem mais de 10 anos de diferença e não sei por quê, mas há alguns casais que mesmo assim me conquistam 'rsrs
Eu já li esse em e-book e senti que pouco me conquistou o casal principal :(
Mas fora isso ele rende boas risadas!

Bjus =*

Apesar de gostar dos livros da Meg e já ter lido alguns com o nome Patrícia, que também gostei, mas não foram tão bons quanto os publicados pela Galera ^-^
Acho muito estranho quando o casal tem mais de 10 anos de diferença e não sei por quê, mas há alguns casais que mesmo assim me conquistam 'rsrs
Eu já li esse em e-book e senti que pouco me conquistou o casal principal :(
Mas fora isso ele rende boas risadas!

Bjus =*

PS: Comentei com o perfil do meu irmão de novo ... -.-

Eu li um livro só dela com esse pseudônimo, e desse gênero, e não fiquei muito agradada não. Achei chatinho mesmo, fico com a Meg Cabot para todas as idades mesmo.

Adoro romances históricos, apesar de ter lidos poucos. Quero muito ler Liberte meu coração <3 Gostei da resenha e mesmo a segunda parte sendo um pouco chata, acho que daria uma chance.

Beijos,
whosthanny.com

Adoro esse tipo de estoria. Tipo gato e rato. E pela resenha deve ser deliciosa a trama.
Colocarei na lista de desejos

retalhosnomundo.blogspot.com

Demorou muito pra eu entender o que raios tinha nessa capa.
Eu ainda não li nada do pseudônimo da Meg. Acho que preciso ler Meg para adultos,o último dela que li foi Insaciável e não gostei tanto assim.
Gosto de romances históricos mas tem que ser bem recomendado pra eu ler. Esse vai pra minha lista.

----Leituras & Fofuras----
www.leiturasefofuras.com.br

Ah, quero muito ler esse livro!!
Amo a Meg, e acho os livros que ela escreve como Patrícia maravilhosos! Sou muito apaixonada, e lógico que quero demais ler esse livro!
Muito obrigada pela resenha!! Ficou ótima, e é a primeira e única que li sobre esse livro
Deve ser mesmo muito engraçado, espero que lancem logo :D

Beijão Dani^.^

Obrigada por visitar o blog DaniFuller.com e seria ótimo que pudesse também deixar um comentário. O que acha?
Evite:
* Comentários anônimos
* Comentários ofensivos
* Comentários com propagandas de blogs e afins.

Não insista, pois todos serão excluídos. Existe uma opção de contato e parceria especialmente para isso.
Todos os questionamentos serão respondidos diretamente ai na parte de comentários, quem quiser pode deixar seu twitter acrescido do @ que envio o resumo da resposta direto por lá.