Filme: Professora sem Classe

88 min || Filmow
Sinopse: Quando Elizabeth (Cameron Diaz) é abandonada por seu noivo, logo traça um plano para conquistar um professor substituto rico e bonito (Justin Timberlake) mas que tem a atenção disputada por uma colega excessivamente enérgica, Amy (Lucy Punch). Quando Elizabeth também se vê lutando contra os avanços de um sarcástico e irreverente professor de educação física (Jason Segel), as consequências de seus esquemas selvagens e exóticos dão aos seus alunos, colegas de trabalho e até para ela mesma uma lição como nenhuma outra.

Elizabeth é uma professora que acha sua profissão um total tédio e que só a exerce para conseguir colocar seu tão sonhado silicone, mas agora que ela esta noiva com um rico está deixando de lecionar, mas no mesmo dia em que ela sai da escola o seu noivo termina com ela fazendo-a voltar a dar aulas. E agora quando um professor substituto chega ao colégio ela quer dar o golpe nele, já que sua família é rica, mas vai ter que lutar conta Amy, a professora certinha da escola.

Elizabeth é a professora que chega à sala de aula coloca um filme para seus alunos assistir e fica sentada até que o sinal toque e os alunos vão embora, ela é uma professora cruel e que nunca deveria entrar em uma sala de aula, não para professora.

O filme em geral é engraçado, tem várias cenas que me fizeram gargalhar, mas ao mesmo tempo está cheio de piadas sem graças que não fazem ninguém rir, o filme fica em equilíbrio no que tem graça e no que não tem graça.

Elizabeth é a professora mais louca que eu já vi nada vida, e que infelizmente ou felizmente eu nunca tive na minha sala de aula, ela fuma e bebe e passa por todos desde que seja para conseguir seu silicone. Scott, o professor substituto que é interpretado por Justin Timberlake, é o personagem mais bobo e chato do filme, bobo quanto a professora Amy.

Também gostei muito do professor de educação física que vivia seduzindo Elizabeth, mas que como não era rico ela não queria nem saber dele.

Eu tinha ido ao cinema assistir Lanterna verde, mas a sessão que eu queria já tinha esgotado e só teria outra bem mais tarde, então mesmo tendo visto varias criticas quanto a ele, o que me desanimou um pouco, eu resolvi assistir. E sim muitas destas criticas eram verdadeiras, principalmente pelas piadas sem graças, mas eu gostei do filme, vale à pena assistir.





Fellipe Fellipe: 14 anos, brasiliense e estudante, que gosta de música, assistir séries, filmes, ler, e tuítar.Podem me seguir no meu twitter @felliphy.

Fellipe é colaborador do blog com resenhas de livros e filmes, além de trazer novidades das editoras. Possui 15 anos, brasiliense e estudante, gosta de música, assistir séries, filmes, ler, e tuítar. Aproveite e siga seu twitter @felliphy. Leia também todos os seus posts já publicados.

0 Curiosos:

Obrigada por visitar o blog DaniFuller.com e seria ótimo que pudesse também deixar um comentário. O que acha?
Evite:
* Comentários anônimos
* Comentários ofensivos
* Comentários com propagandas de blogs e afins.

Não insista, pois todos serão excluídos. Existe uma opção de contato e parceria especialmente para isso.
Todos os questionamentos serão respondidos diretamente ai na parte de comentários, quem quiser pode deixar seu twitter acrescido do @ que envio o resumo da resposta direto por lá.